Sylvia Day - Crossfire 05 - Todo Seu {Trecho 6 ~ Tradução} ~ Feliz aniversário, Eva!





Hoje, como alguns observadores perceberam, é aniversário da amada de Gideon Cross, Eva!

E como presente de aniversário, a autora liberou um outro pequeno trecho para nos satisfazer...

Para quem ainda não está antenado, o livro será lançado dia 05 de abril tanto lá na gringa como aqui no Brasil...

Lembrando o esqueminha básico das traduções de cada dia do blog: se for reproduzir a tradução em algum lugar, não deixe de dar os créditos ao blog!

Sinopse:

"Gideon Cross. Me apaixonar por ele foi a coisa mais fácil que eu já fiz. Aconteceu instantaneamente. Completamente. Irrevogavelmente.
Casar com ele foi a realização de um sonho. Continuar casada com ele era a luta da minha vida. O amor transforma. O nosso é tanto um refúgio da tempestade quanto a mais violenta das tempestades. Duas almas danificadas juntas em uma.
Enterramos nossos profundos e feios segredos um no outro. Gideon é o espelho que reflete todas as minhas falhas...e toda a beleza que eu não posso ver. Ele me deu tudo. Agora, tenho que provar que eu posso ser sua rocha, o abrigo que ele é para mim. Juntos, nós podemos enfrentar aqueles que trabalham tão arduamente para ficar entre nós.
Mas a nossa maior batalha pode estar nos nossos votos que nos dão forças. Comprometer a amar era apenas o começo. Lutar por ele iria nos deixar livres ... ou iria nos separar.
Dolorosa e sedutoramente pungente, Todo Seu é o final tão aguardado da saga Crossfire, a lancinante história de amor que cativou milhares de leitores pelo mundo."
Trecho 6 [Eva]
Alcancei meu celular da mesinha de cabeceira para ligar para minha mãe quando o rosto de Gideon iluminou a tela.
— Hey. — Respondi.
— Como está a sua manhã até agora?
Me agradou ouvir seu tom cortado e profissional. A cabeça do meu marido estava no jogo, mas ele ainda estava pensando em mim.
— Acabei de sair da cama, então não posso realmente dizer. Como está a sua? Você terminou de comprar tudo em Manhattan?
— Não tudo. Tive que deixar algo para a competição. Caso contrário, onde estaria a diversão?
— Você a adora seus desafios. — Caminhei em direção ao banheiro, meu olhar indo para a banheira antes de pausar no chuveiro. Apenas pensar no meu marido nu e molhado me deixou excitada. — O que você acha que teria acontecido se eu não tivesse resistido à você no começo? E se eu tivesse ido para cama com você quando pediu?
— Você não teria me deixado louco, assim como deixou. Isso era inevitável. Almoce comigo.
Eu sorri.
— Eu deveria estar planejando um casamento.
— Eu escuto um sim nisso. É um almoço de trabalho, mas você irá gostar.
Olhando no espelho, vi meu cabelo despenteado pela cama e vincos no meu rosto formados pelo travesseiro.
— Que horas?
— Ao meio-dia. Raúl estará esperando por você no hall um pouco antes.
— Eu deveria ser responsável e dizer não.
— Mas você não vai. Sinto sua falta.
Minha respiração ficou presa. Ele largou aqui indiferente, da maneira como os homens diziam ligo para você. Mas Gideon não era o tipo de homem que dizia algo que realmente não quisesse dizer.
Ainda assim, implorei por sentir a emoção por trás das palavras.
— Você é muito ocupado para sentir minha falta.
— Não é a mesma coisa. — Ele disse e depois fez uma pausa. — Não parece correto não ter você aqui no Crossfire.
Eu estava contente que ele não podia ver meu sorriso. Havia sem dúvidas um traço de perplexidade em sua voz. Não deveria fazer diferença para ele que eu não estava mais trabalhando alguns andares abaixo de seu escritório, onde ele não poderia me ver. Mas fazia.
— O que você está vestindo? — Perguntei.
— Roupas.
— Duh. Um terno de três peças?
— E tem de outro tipo?
Não, para ele, não tinha.
— Que cor?
— Preto. Por quê?
— Eu fico excitada pensando nisso. — O que era verdade, mas não o motivo pelo qual eu estava perguntando. — Que cor é a gravata?
— Branca.
— Camisa?
— Também branca.
Fechando meus olhos, eu o imaginei. Lembrei da combinação.
— Riscas.
Ele tinha ido com um terno de riscas para manter a aparência profissional com aquela camisa e gravata na combinação.
— Sim. Eva... — Sua voz abaixou. — Eu não tenho ideia do por que de esta conversa estar me deixando duro, mas está.
— Porque você sabe que estou te vendo na minha cabeça. Todo escuro e perigoso e sexy como o inferno. Você sabe o quanto me deixa excitada olhar para você, mesmo que seja só na minha memória.
— Me encontre aqui. Cedo. Venha agora.
Eu ri.
— Coisas boas acontecem com aqueles que esperam, Sr. Cross. Vou chegar no horário.
— Eva
— Eu amo você. — Desliguei e me observei descabelada no espelho. Com a imagem de Gideon fresca em minha mente, achei aquela bagunça sonolenta me observando de volta totalmente insuficiente. Mudei minha aparência quando achei que Gideon tinha me deixado por Corinne. Eu tinha apelidado o resultado de "Nova Eva". Desde então, meu cabelo tinha crescido, passando da altura dos ombros e as luzes tinham crescido junto.
— Você está decente? — Cary me chamou do quarto.
— Sim. — Me virei para ele quando entrou no banheiro com meu café na mão. — Mudança de planos.
— Oh? — Ele se encostou na bancada e cruzou os braços.
— Estou indo para o chuveiro. Você vai me encontrar um fabuloso salão de beleza que possa me atender daqui a trinta minutos.
— Okay.
— Então eu vou almoçar e você vai fazer algumas ligações para mim. Em troca, vou levar você para jantar hoje a noite. Você escolhe o lugar.
— Eu conheço esse olhar que você está agora. — Ele disse. — Você está em uma missão.
— Pode ter certeza.
Clique aqui para conferirem o trecho original em inglês. 

Caso você tenha perdido, eu já havia liberado a tradução do primeiro trecho e do segundo trecho... Abaixo estou colocando o link para acesso: 

             * Capítulo 01
             * Trecho 02
             * Trecho 03
             * Trecho 04
             * Trecho 05 

Espero que  a Sylvia Day continue liberando mais trechos até abril... Não precisa ser exatamente em doses homeopáticas, só continue liberando... Hahaha!

Ah, outra coisa! Sylvia Day andou sinalizando por aí que não se surpreenderia se surgissem livros com a irmã de Gideon, Ireland, como protagonista... Ou seja, teremos mais coisinhas vindo por aí!

Espero que tenham gostado, e lembrem de dar os devidos créditos ao blog se forem reproduzir o texto em algum lugar. 


Caso você ainda não visto, o livro já entrou em pré-venda aqui no Brasil em diversas lojas! Já garantiu o seu? 

Beijos,
Mari.

0 recadinhos :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...