Katy Evans - Playboy


Tudo o que Wynn queria era encontrar o amor, mas depois de um relacionamento frustrado e um péssimo encontro no qual ela acabou praticamente vendida na mesa de poker, ela se encontra frente a frente com a maior lenda atual do poker.

Mas Cullen Carmichael não é apenas um jogador de poker. No mundo dos jogos ele é conhecido como 'Playboy'. E, uma aposta depois, ela acaba em um avião particular com o homem de incríveis olhos cinzas, em direção à cidade do pecado por uma semana.

Mas será que "o que acontece em Vegas fica em Vegas"?

Vem conferir!
Começou com um jogo.

Flertamos. Jogamos. E o mais importante: ganhamos.

Então descobri quem ele era: um apostador. Um playboy famoso. Um jogador de olhos prateados que nunca joga para perder.

E o melhor amigo do meu futuro cunhado, Cullen Carmichael.

Ele precisava de um bom amuleto da sorte, eu precisava de uma distração.

Então fizemos uma aposta e fomos para Vegas - mas logo em seguida - eu estava enrolada até o pescoço.

Meu coração, alma, e corpo não deveriam ser parte do negócio.

Mas em algum lugar entre ganhos e noites longas, meu castelo de cartas começou a balançar.

O que era que esse diabo de olhos incríveis estava fazendo comigo?

Eu tinha desistido do amor, mas o louco e impulsivo Cullen Carmichael estava com sorte e não pararia enquanto não ganhasse tudo.

Depois de terminar uma relação amorosa de anos, Wynn está desacreditada no amor... Por isso, dessa vez ao sair em um encontro, Wynn já não tem muita pretensão em relação ao cara. E o encontro degringola quando o "encontro" deles na verdade é em um clube de poker que tem tudo para ser clandestino... Definitivamente terminar aquela noite na cadeia não era algo que estava nos planos de Wynn.

Mas ao entrarem no local, seus olhos vão direto para um homem que parece dominar todo o ambiente. Playboy, é como os outros o chamam... E bem, mesmo não indo parar na cadeia, o encontro de Wynn não termina tão bem assim, já que seu acompanhante praticamente a vende na mesa, justamente para o bam-bam-bam da jogatina! Pelo menos Playboy não era um total desconhecido, afinal, Cullen Carmichael era irmão do noivo de uma de suas amigas.

E então eles se reencontram no dia seguinte quando Cullen aparece como o seu par no casamento do irmão. A atração bate forte entre eles, mas o problema é que Cullen é perigoso, e não é apenas na aparência... Eis que que um desafio é lançado: eles passarão uma semana experimentando o trabalho um do outro -- ele um jogador profissional de poker e ela, dona de uma galeria de arte. Juntos, eles partem para Las Vegas, a cidade do pecado, a cidade da perdição.

Mas será que ao final dessa aposta Wynn e Cullen aceitarão que "o que acontece em Vegas, fica em Vegas" ou será que os momentos quentes e eletrizantes que passaram juntos conseguirão fazer com que algo mais surja daquela semana? Sempre dizem que quem tem sorte no jogo, tem azar no amor... Mas será que não é possível se ter os dois?

Esse livro foi interessante... A autora usou alguns temas que vejo pouco em livros e confesso que as questões do poker e de Vegas renderam um certo charme ao livro. Wynn e Cullen são personagens interessantes, cada um à sua maneira, e a trama envolve o leitor a cada capítulo.

Wynn é aquela personagem que sempre procura pelo amor mas que por causa do último relacionamento, acabou um tanto quanto desiludida, até que seu caminho cruza com o de Cullen. No começo eu realmente não entendi qual era a vibe dele; se ele era um personagem que traria problemas ou se ele era apenas misterioso.

Acontece que tanto Cullen quanto Wynn têm suas questões pessoais que vamos vendo no decorrer do livro e que são bem interessantes... A autora vai tecendo algumas surpresas no decorrer do livro, tanto com situações como com os próprios personagens, o que dá um toque a mais à trama.

Uma leitura rápida, diferente e sensual; com certeza vale a pena!


O livro, em inglês, está disponível na AmazoneBook - Livro

Não esqueçam de adicionar o livro nas suas estantes virtuais do Goodreads e Skoob!

Espero que tenham gostado!

Para ler a resenha em inglês, clique aqui!

Nenhum comentário