Sarah MacLean - Os Números do Amor 01 - Nove Regras a Ignorar Antes de se Apaixonar


Sarah MacLean já é conhecida entre os leitores de romances de época, embora eu tenha outros livros dela, esse é o primeiro contato que eu tenho com a autora e confesso que me apaixonei!

Lady Calpúrnia Hartwell cansou de esperar seu príncipe encantado... Aos 28 anos, ela acredita que esteja na hora de fazer o que sempre teve vontade sem se preocupar demasiadamente com sua reputação.

Sendo assim, ela decide fazer uma lista com nove coisas que gostaria de fazer mas que são proibidas para mulheres... E então ela começa a quebrar essas regras, só que ela não imaginava que seria o infame marquês de Ralston quem iria ajudá-la!
"A sonhadora Calpúrnia Hartwell sempre fez tudo exatamente como se espera de uma dama. Ainda assim, dez anos depois de ser apresentada à sociedade, ela continua solteira e assistindo sentada enquanto as jovens se divertem nos bailes. Callie trocaria qualquer coisa por uma vida de prazeres.
E por que não se arriscar se, aos 28 anos, ela já passou da idade de procurar o príncipe encantado, nunca foi uma beldade e sua reputação já não lhe fará a menor diferença? Sem nada a perder, a moça resolve listar as nove regras sociais que mais deseja quebrar, como beijar alguém apaixonadamente, fumara charuto, beber uísque, jogar em um clube para cavalheiros e dançar todas as músicas de um baile. E depois começa a quebrá-las de fato.
Mas desafiar as convenções pode ser muito mais interessante em boa companhia, principalmente se for uma que saiba tudo sobre quebrar regras. E quem melhor que Gabriel St. John, o marquês de Ralston, para acompanhá-la? Afinal, além de charmoso e devastadoramente lindo, ele é um dos mais notórios libertinos de Londres.
Contudo, passar tanto tempo na companhia dele pode ser perigoso. Há anos Callie sonha com Gabriel e, se não tiver cuidado, pode acabar quebrando a regra mais importante de todas - a que diz que aqueles que buscam o prazer não devem se apaixonar perdidamente."
Embora ela tenha sido criada com todas as pompas sendo filha de um conde, Lady Calpúrnia Hartwell sabe que não é dona de uma beleza estonteante e percebe que provavelmente não encontrará seu príncipe encantado nessa primeira temporada, tendo em vista que os "interessados" não eram mais do que interesseiros... Sua falta de pretendentes rivaliza com a pouca noção de moda de sua mãe...

É quando está tentando escapar de um cheio salão de baile que seu caminho cruza com o de Gabriel St. John, que estava em vias de se tornar um dos mais notórios conquistadores da época. Ali, ao encontrá-la em um momento de desolação, ele usa toda a sua lábia para fazê-la se sentir melhor, à começar pelo nome dela quando a mesma desdenha. Apesar de sua fama, Gabriel não fez nada para avançar o sinal com Callie, e foi ali que ela se apaixonou...

Gabriel St. John, marquês de Ralston, se tornou seu crush durante dez anos... Dez anos nos quais Callie continuou frequentando os bailes da sociedade londrina e a cada temporada se tornava mais evidente que nunca encontraria seu par... E agora, com 28 anos, a nossa querida mocinha finalmente cansou de esperar e resolveu se rebelar, principalmente depois da irmã mais nova já estar quase noiva em sua primeira temporada.

Num ímpeto, levada pelo sentimento de injustiça feminina, pelo fato de que os homens podiam fazer o que quisessem sem que suas ações danificassem suas reputações, ela monta uma lista com nove coisas que mulheres não podiam fazer na época ou que não era bem visto...
1) Beijar alguém... apaixonadamente
2) Fumar charuto e beber uísque
3) Montar com as pernas abertas
4) Esgrimir
5) Assistir a um duelo
6) Disparar uma pistola
7) Jogar (em um clube para cavalheiros)
8) Dançar todas as danças de um baile
9) Ser considerar linda. Pelo menos uma vez.
Mas como ela faria? E principalmente, com quem ela quebraria a primeira regra de sua lista? Bom, basta dizer que é aí que o caminho dela cruza novamente com Gariel St. John...

O marquês de Ralston tinha um probleminha nas mãos, e um problema para lá de inesperado! Quando pequenos, ele e o irmão gêmeo, Nicholas, haviam sido abandonados pela mãe com o pai e desde então eles nunca mais ouviram falar nela... Agora, décadas mais tarde, eles recebem a visita de uma jovem que diz ser sua irmã.

O parentesco era algo impossível de se negar, uma vez que italiana Julianna Fiori era a cópia da mãe deles... Agora a questão era: como a irmã seria aceita na sociedade? Ele precisaria que ela fosse tutelada por alguém, alguma dama, respeitável e de caráter inquestionável.

E eis que Lady Calpúrnia entra por sua porta, literalmente, e se mostra a solução de seus problemas...

A partir daí é uma sucessão de aulas, etiquetas, regras quebradas das maneiras mais diferentes e inacreditavelmente sensuais. Mas parece que Lady Callie deveria ter adicionado uma ressalva em sua listinha: cuidar para não se apaixonar!

Calpúrnia é uma personagem que te conquista logo no primeiro parágrafo e você vai se apaixonando por ela a cada capítulo. Embora ela viva em uma época em que as mulheres da sociedade eram "engessadas" com as regras sociais e se mostram tão delicadas e vitimizadas, Callie é incrivelmente forte e não se deixa abater por sua falta de pretendentes, ela levanta a cabeça e vai atrás do que quer. Voto por mais mocinhas como ela!

Já Gabriel se mostrou bem diferente do que eu imaginava no começo do livro. Logo de cara ele se mostra como um personagem leve, alegre e cativante, mas nos capítulos seguintes, ele se mostra mais sério, sisudo, como se o peso de seu título pesasse em seus ombros. Não que ele não seja um personagem cativante, mas acredito que a autora optou por essa mudança justamente para mostrar como os dez anos mudaram sua vida.

E os personagens secundários, como Nicholas (irmão gêmeo de Gabriel), Julianna (a irmã italiana) e Mariana (irmã mais nova de Callie), contribuíram para que o livro fosse tão leve e divertido de se ler. Nicholas com sua leveza e gracinhas cativando à todos(as), Julianna com seu temperamento forte mas tão querida quanto os irmãos e Mariana, que se mostrou uma aliada importante tanto para Julianna quanto para a própria irmã...

Esse foi um dos romances de época mais fofo e lindo que já li! Este livro da Sarah MacLean com certeza entra para o hall dos preferidos. Uma boa indicação aos órfãos da série 'Os Bridgertons' da autora Julia Quinn. Da primeira à última palavra Sarah MacLean me prendeu com sua trama e seus personagens cativantes.

Então se você ama romances de época (assim como eu) mas ainda não leu nenhum livro da autora, comece por esse. É sério! Para mim, foi uma ótima iniciação à escrita da Sarah MacLean... É muito amorzinho!

Megamente recomendado!
Vocês podem encontrar o livro para comprar nos seguintes sites: Amazon, Americanas, Casas Bahia, Cultura, Extra, Ponto Frio, Saraiva, Submarino.

Outros links: Skoob e Goodreads
                                                              ~*

'Os Números do Amor' é uma trilogia que vale MUITO a pena manter na lista de leitura! Abaixo estou colocando os títulos em ordem de leitura. Mais para frente teremos mais resenhas...

          * Livro 01 - Nove Regras a Ignorar Antes de se Apaixonar
          * Livro 02 - Dez Formas de Fazer Um Coração se Derreter
          * Livro 03 - Onze Leis a Cumprir na Hora de Seduzir

Espero que, assim como eu, tenham gostado.

Beijos,
Mari.

0 recadinhos :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...