Como Eu Era Antes de Você - O Filme


Foi com muita cara e coragem que ontem (09/06) fui assistir um dos filmes mais aguardados de 2016, pelo menos para os leitores...

Finalmente pude ver (literalmente) a tocante história de Louisa Clark e Will Traynor que Jojo Moyes nos apresentou há algum tempo no livro homônimo e que me deixou com uma baita ressaca literária e totalmente desidratada.

Em vez de fazer uma apresentação rapidinha, acho melhor deixar vocês com o trailer do filme:
Então pegue o lencinho e vem conferir comigo!
Antes de mais nada, tenho que dizer que, mesmo se você não leu o livro, dá para assistir o filme sem problema algum. Você não vai ficar boiando em nenhuma parte. Mas acho que a carga emocional não será a mesma que  comparada aos que leram o livro da Jojo Moyes...

Louisa Clark é interpretada por ninguém mais, ninguém menos do que Emilia Clarke, também conhecida como Khaleesi, a mãe dos dragões, a não queimada, e por aí vai... Na minha opinião, a atriz conseguiu, de maneira brilhante, dar vida à personagem. Os comentários ridículos, os trejeitos, até a maneira desastrada da personagem ganham vida bem diante dos seus olhos.

Sam Claflin interpreta o rabugento Will Traynor, que ficou tetraplégico após um acidente. Embora tenha gostado dele no personagem, não posso dizer que foi a cereja do bolo, mas a química entre ele e Emilia fez que com o carisma do personagem fosse mais relevante do que a atuação do ator em si.

Sam já é conhecido da galera literária e cinéfila, caso você não tenha notado, ele também interpretou Finnick Odair na franquia Jogos Vorazes. Mas confesso que não era grande fã dele, não gostava muito do personagem... #MeJulguem

Acredito que a maior surpresa tenha sido com Matthew Lewis, que interpreta Patrick, o namorado triatleta de Lou. Além de tomar uma poção polissuco, deixando seus dias de Neville Longbottom para trás, o ator também fez direitinho o papel de namorado egoísta que só pensa no próprio umbigo. Tá de parabéns aí, viu, esse menino!?


Óbvio que os demais personagens estavam presentes, inclusive o vovô, que fez raras participações especiais. E vamos combinar que o enfermeiro do Will, o Nathan, também era mara!

O ator, Steve Peacocke, me lembrou bastante o Hugh Grant lá nos primórdios...

E embora a irmã de Lou tenha sido a grande fonte de seu conforto e coragem, na verdade foi Nathan que jogou a real sobre a condição de Will e a ajudou quando ela decidiu montar uma viajem para mostrar ao Will como a vida pode ser, apesar de tudo...

E é nisso que tanto o livro quanto o filme focam... Na interação entre Lou e Will. O contraste entre os dois é enorme; enquanto ela é falante, otimista e engraçada, Will é exatamente o contrário, fazendo de tudo para afastar a todos. Lou não se intimida, ok, talvez um pouquinho, mas ela se impõe e aos poucos a fortaleza que Will construiu ao redor de si depois do acidente começa a rachar.


Devo dizer que no filme predomina o romance e a comédia (cortesia de Emilia Clarke), e garanto que você nunca mais vai olhar para uma meia-calça listrada de amarelo e preto de outra maneira...


Ao contrário da crença popular de que você chora o rio Amazonas do começo ao fim do filme (já que estamos traumatizados(as) com o livro), não é isso o que acontece. O filme te prepara emocionalmente para o que os leitores sabem que está por vir... Você dá boas risadas desde o começo com os comentários da Lou, seu afinado senso de moda (alerta ironia), o temperamento sarcástico de Will.. Para depois estraçalhar seu coração.


E apesar do filme ser 'baseado' na obra de Jojo Moyes, achei a versão cinematográfica bem fiel. Não vi nenhuma mudança drástica, ou algo que possa ter perdido a essência do livro, como já vimos em diversos filmes adaptados por aí.

Além dos atores de primeira, a fotografia do filme e a trilha sonora são maravilhosas! As músicas do Ed Sheeran são marcantes, mas quem ganhou meu coração foi a banda X Ambassadors com a música Unsteady... Pega essa maravilha, e pode usar e abusar do botão "repetir":


Chorei? Óbvio que sim... Em algumas partes do filme o bichinho do 'funga funga' atacou todo mundo, inclusive os homens que estavam na mesma sessão que eu... Tentei firmemente segurar o choro, fiquei até com vergonha de algumas lágrimas que deixei escapar, mas então escutei uma menina solução e pensei "ah, que se dane!" e chorei, chorei sim!

Saí do cinema com um sorriso no rosto (não de felicidade, mas sim porque o filme é lindo) enquanto lágrimas insistiam em aparecer magicamente...


Agora me dá licença que eu ainda não me recuperei!
(Alô Kleenex, me vê uma caixinha dessas, por favor!)
'Como Eu Era Antes de Você' estreia dia 16 de junho nos cinemas, mas a pré-estreia ocorre entre os dias 9 a 12 de junho.

No site oficial não tem todas as cidades, então aconselho você a ligar no cinema da sua cidade ou no mais próximo para conferir...

Vamos assistir?



Ficou curioso(a) sobre o livro?

Você pode encontrar 'Como Eu Era Antes de Você' para comprar na livraria mais próxima ou nos seguintes sites: Amazon, Americanas, Casas Bahia, Cultura, Extra, Fnac, Ponto Frio, Saraiva, Submarino.

Ah, fique atento na hora de comprar, pois agora também tem a opção do livro com a capa do filme!

0 recadinhos :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...