Victoria Aveyard - A Rainha Vermelha 01 - A Rainha Vermelha


Olha eu em mais uma série! Hahahahha.

Quem me me conhece sabe que não sou muito fã de distopias (salvo Jogos Vorazes), e se você acompanha o blog, percebeu que eu nunca resenhei nada do gênero aqui. Mas dessa vez decidi abrir uma exceção, e com razão!

Em 'A Rainha Vermelha' vamos acompanhar a saga de Mare Barrow, uma garota que vive em uma sociedade dividida em duas cores: vermelho e prateado. Os vermelhos são "inferiores" aos prateados, que detêm as riquezas e poderes especiais.

Mas ao desafiar a regra, a jovem vermelha ficará à mercê dos "grandes" prateados.

Uma observação muito importante: A Universal Pictures já garantiu os direitos cinematográficos da saga. Ou seja, vamos ver A Rainha Vermelha na telona!
"O mundo de Mare Barrow é dividido pelo sangue: vermelho e prateado.

Mare e sua família são vermelhos: plebeus, humildes, destinados a servir uma elite prateada cujos poderes sobrenaturais os tornam quase deuses.
Mare rouba o que pode para ajudar sua família a sobreviver e não tem esperanças de escapar do vilarejo miserável onde mora. Entretanto, numa reviravolta do destino, ela consegue um emprego no palácio real, onde, em frente ao rei e a toda a nobreza, descobre que tem um poder misterioso... Mas como isso seria possível, se seu sangue é vermelho?
Em meio às intrigas dos nobres prateados, as ações da garota vão desencadear uma dança violenta e fatal, que colocará príncipe contra príncipe - e Mare contra seu próprio coração."

Mare Barrow é uma mocinha meio à lá Robin Hood, mas ao invés de roubar visando os pobres, ela rouba apenas para sua família. Seus três irmãos foram para a frente de batalha e estão fora de casa, sua irmã mais nova é aprendiz de costureira e com um grande dom para bordados... Mas Mare não trabalha e sabe que às portas de completar 18 anos, ela terá o mesmo destino de seus irmãos e será recrutada para a guerra. 

O mundo de Mare é chacoalhado pela primeira vez quando ela descobre que seu melhor amigo, Killorn, ficou sem seu trabalho de aprendiz, pois o homem para quem estava trabalhando havia falecido repentinamente e que por isso seria enviado à guerra. Com o coração apertado e a mente rápida, Mare e Killorn bolam um plano, mas para que possam concretizá-lo, será necessário um dinheiro que eles não têm. Então Mare opta por uma saída pela qual ela já estava acostumada, mas para isso, precisará da ajuda da irmã...

O problema é que nem tudo acontece conforme o planejado, no meio da execução do plano, acontece um atentado na capital, sendo assumido por um grupo vermelho, que causa uma comoção e faz com que os prateados se virem contra os vermelhos. No meio do caos, Mare manda o 'plano' às favas, mas sua irmã acaba seriamente machucada. Basta dizer que com tudo o que aconteceu e o que aquilo implicava, fez a personagem principal meio que ficar sem rumo e já que não lhe resta outra opção, ela decide fazer a única coisa que sabe bem.

Naquela noite ela sai para uma noitada de roubos como alguém que sai para uma noite de bebedeira, para esquecer seus males. Tudo vai relativamente bem e Mare faz a festa com os bêbados de um bar meio afastado do vilarejo de Palafitas, mas como sempre, algo deu errado e Mare acabou tentando roubar o cara errado.

Errado de vários sentidos, mas principalmente, estranho. Tudo em Cal indicava que ele não era dali: seus modos, suas roupas e sua reação. Sabe quando a gente precisa extravasar e colocar para fora tudo o que estamos guardando dentro de nós? Pois bem, Cal acaba sendo o bode expiatório de Mare, e ela despeja todas as injustiças e tudo o que está errado naquela sociedade na qual vivem...

No dia seguinte Mare é "convocada" ao Palácio do Sol, o palácio que a família Real passava o verão, e acreditando que nada de bom poderia vir daquela convocação, Mare mal consegue se despedir de sua família ao ser quase arrastada pelos oficiais. Mas chegando lá, qual não foi sua surpresa ao saber que fora contratada para trabalhar no palácio!?

Ela nem bem tem tempo de cair na real quando é jogada em meio à uma apresentação na qual o príncipe herdeiro escolherá sua futura esposa. Nesta apresentação, garotas prateadas de famílias proeminentes de todo o reino demonstram seus dons especiais. Posso dizer que é uma noite de surpresas, não só para Mare, mas também para toda a população prateada.

No meio de uma dessas apresentações, ainda atordoada com a descoberta de quem era o príncipe herdeiro, a personagem sofre um grave acidente, mas que serviu para trazer à tona os poderes especiais de Mare. Mas como poderia uma garota vermelha ter dons que só são encontrados entre os prateados? ~ Não brigue comigo se você acha que isso é spoiler, brigue com quem fez a sinopse do livro! Hahahah.

Só sei que toda essa agitação fez com que Mare se visse em meio à mentiras e manipulações, com seu futuro traçado por prateados, que está mais para uma "contenção de danos". Naquele meio, ela não saberá em quem confiar, afinal, todos podem trair a todos e também nem tudo é o que parece. Mare ficará confusa, descobrirá sentimentos e então terá que escolher de que lado ficará, ainda mais com uma revolução à espreita.

Achei esse livro (e consequentemente a série) uma mistura de 'Jogos Vorazes', 'Divergente' e 'A Seleção'. Tudo na medida certa, sem "descambar" para cópia ou algo do tipo. Como falei antes, não sou muito fã de distopias, então não tenho muita propriedade para opinar se é o livro é o melhor do gênero, mas posso afirmar que não consegui parar de ler. (vide comentário final abaixo)

'A Rainha Vermelha' foi um livro que eu virei a madrugada lendo... Fui largar era 6h30 do dia seguinte. Vi o dia amanhecer, mas sorte minha que era final de semana!
Vocês podem encontrar o livro para comprar nos seguintes sites: Amazon, Americanas, Casas Bahia, Cultura, Extra, Fnac, Ponto Frio, Saraiva, Submarino.

Outros links: Skoob e Goodreads
                                                             ~*

Se você se interessou e quiser acompanhar a saga de Mare Barrow, abaixo estou colocando a ordem dos livros:

                  * Livro 01 - Red Queen - A Rainha Vermelha
                  * Livro 02 - Glass Sword - Espada de Vidro
                  * Livro 03 - Sem título - previsão de publicação: 2017
                  * Livro 04 - Sem título - previsão de publicação: 2018

Espero que tenham gostado.

Beijos,
Mari.

0 recadinhos :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...