Loraine Pivatto - Pseudônimo Mr. Queen




Oi gente!

Ok, vocês sabem que de vez em quando eu gosto de ler uma coisa diferente, né? Porque às vezes, é bom sair um pouquinho da rotina...

'Pseudônimo Mr. Queen' da autora brasileira Loraine Pivatto, nos traz o mundo em uma nova era.

Logo após 'o fim do mundo', uma nova civilização começa a surgir do zero, mas será que os vícios da era antiga foram extintos? 


"O ano é 2012,

Dia 21 de dezembro,
E a temida profecia maia acaba de se cumprir.
Cidades devastadas,

Ruas vazias,

A população mundial bruscamente reduzida,

E a história dos sobreviventes começa a ser contada.
Os escolhidos iniciam um novo mundo, baseado nas novas regras passadas através dos sonhos.
Agora serão 2 vidas: 

A primeira até os 70 anos,

A segunda, a partir dos 20 e até os 100.

150 anos no total.
Nenhum segundo a mais.
A nova sociedade começa a surgir:

Sem desigualdade,

Sem dinheiro,

Sem doenças,
Sem possibilidade de mortes prematuras,
Exceto por uma maneira.
Uma única maneira de morrer, mas que não pode ser revelada.

Um segredo que precisa ser guardado.

Para salvar a sociedade de si mesma."

A tão famosa profecia maia, se cumpriu. O temido 'fim do mundo' aconteceu, e agora estamos no meio de um mundo apocalíptico no qual apenas algumas pessoas foram poupadas e incumbidas de reconstruir o mundo de uma maneira mais igualitária.

Na primeira parte acompanhamos Regina Brandão, que ao flagrar a traição do marido com sua "melhor amiga" e cometer um ato terrível, acorda confusa e desorientada. No mesmo local onde ela se encontrava, outras pessoas também estavam na mesma situação. Mas então Regina lembra dos avisos que recebera em sonhos... E os sonhos serão parte importante, pois é com eles que os sobreviventes recebem instruções de como seguir em frente, de qual é o próximo passo.

A partir daí, é tudo novo, inclusive nova vida, sem as questões do passado, de sua vida antiga. Uma nova sociedade começa a surgir, basicamente tudo do zero... Algo que me lembrou bastante as minhas aulas de história sobre o começo das civilizações... Mas assim como na era antiga, sempre há aqueles que querem mais.

Também tem a questão da mortalidade. Com esse novo mundo, livre de tudo, inclusive de doenças, tem-se a percepção de que a mortalidade também mudaria. É uma pira meio louca, mas basicamente uma pessoa viveria 150 anos, divididos em 2 vidas, uma que iria até os 70, e a outra que iria a partir dos 20 até os 100. Eu falei, o negócio é louco. Hahahaha.

Tiveram aqueles que se sobressaíram e tomaram a frente dessa nova empreitada... No meio disso tudo, Regina encontrou Vanessa, filha daquela amiga da onça. O tempo passa e o a 'nova era' continua avançando, naquela civilização todos eram iguais e tinham todos os mesmos benefícios, sem distinção, e o melhor, sem custos!

Mas com o passar do tempo, Vanessa tem uma filha e a deixa para que Regina cuide... Para início de conversa, eu não teria cuidado da filha da amiga traidora, e achei o maior desaforo a mulher deixar o rebento para a outra cuidar enquanto vai curtir a vida, maaaaas, tudo bem... Mesmo com uma nova civilização, algumas coisas nunca mudam, acho que é meio que da natureza humana, vai saber...

Regina e Larissa (filha de Vanessa), criam um laço especial, mas o ambiente e as pessoas com as quais Larissa se relacionava, não eram muito bons. Amigos e namorados manipuladores, amigas que queriam sempre mais... E sumiços inexplicáveis, tanto de objetos quanto de pessoas.

E então Regina passa para a segunda vida, e então começamos a acompanhar a vida de Larissa. E aqui aparece outra pira louca, existe algo ou algum lugar chamado de 'refúgio', onde as pessoas podem ficar por um tempo, como se fosse um local e período de reflexão e/ou cura, e é aí que Larissa fica por quase um ano após a partida de Regina, saindo de lá mais amadurecida.

Mais alguns anos se passam, Larissa conhece um cara, namora, se casa e tem uma filha com ele. Diferente dos seus namorados anteriores, que eram manipuladores, este parece não se importar como nada e nem ninguém, apenas consigo mesmo. Já Victória, filha do casal, terá um papel fundamental no desenvolvimento e desfecho da terceira parte da história. 

'Pseudônimo Mr. Queen' nos mostra que tudo é um círculo vicioso... Mesmo quando começamos do zero, como aconteceu com a civilização no livro, sempre terá aquele que se sobressaem, que tomam a frente, os ambiciosos, os compassivos e os competitivos. Como falei anteriormente... Algumas coisas não mudam, é da natureza humana.

Mas mesmo assim, de tempos em tempos, sempre virá aquele que quebrará o ciclo e que alertará à massa para os problemas que nós mesmos causamos...
No momento o livro não se encontra disponível para venda, mas a autora está promovendo um book tour. Caso tenha se interessado, você também pode participar! Basta entrar em contato com a autora através do e-mail: lorainepivatto@gmail.com

Outros links: Skoob


Espero que vocês tenham gostado...

Beijos,
Mari.

0 recadinhos :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...