Sarah Dessen - Os Bons Segredos


Esses dias vocês viram (ou não) que eu postei no Instagram e no Facebook do blog contando do mimo que a Companhia das Letras me mandou, não? Se você não viu é só clicar nos links...

Agora eu finalmente consegui um tempinho calmo e livre para ler, e digo uma coisa: li em um dia.

Em 'Os Bons Segredos', Sarah Dessen nos traz Sydney, uma garota que sempre viveu à sobra do irmão, Peyton, quem sempre fora a estrela da família e ofuscava a todos com sua beleza. Até que um belo dia Peyton cresceu e sua beleza e charme não tirariam daquele caminho destrutivo pelo qual desceu. 

Agora Sydney convive com o peso das decisões e consequências do irmão, mas a adolescente decide mudar. Quer saber mais? Vem comigo!

"Há segredos muito bons para serem guardados — e livros muito bons para serem esquecidos.
Sydney sempre viveu à sombra do irmão mais velho, o queridinho da família. Até que ele causa um acidente por dirigir bêbado, deixando um garoto paraplégico, e vai parar na prisão. Sem a referência do irmão, a garota muda de escola e passa a questionar seu papel dentro da família e no mundo.
Então ela conhece os Chatham. Inserida no círculo caótico e acolhedor dessa família, Sydney pela primeira vez encontra pessoas que finalmente parecem enxergá-la de verdade.
Com uma série de personagens inesquecíveis e descrições gastronômicas de dar água na boca, Os bons segredos conta a história de uma garota que tenta encontrar seu lugar no mundo e acaba descobrindo a amizade, o amor e uma nova família no caminho."

Sydney Standford é uma jovem que sempre viveu "às margens" do irmão, por assim dizer. Não que ela não fosse lembrada pela família ou coisa parecida, mas o irmão sempre fora aquele quem chamava mais atenção, era aquele de quem a família tinha o retrato pendurado logo na entrada da casa. Peyton sempre fora seu companheiro nas aventuras enquanto cresciam, mas apesar de adorar a atenção, o irmão de Sydney tinha um poder que ela, agora crescida, invejava cada vez mais: o de se tornar invisível.

Mas chega em um momento no qual nos distanciamos até mesmo das pessoas que mais amamos. Quando crescemos e queremos descobrir quem realmente somos, e o problema mora bem aí. Foi isso o que aconteceu com Peyton. Antes, o promissor garoto de ouro, e agora, o garoto que se metia com quem não devia, que era pego com coisas que não devia e invadia lugares que não deveria. Até que um dia o irmão foi além e suas ações geraram consequências gravíssimas não apenas para sua família.

Apesar do irmão estar afastado, tudo parece continuar a girar em torno dele. Seus pais, especialmente sua mãe, parece não entender a gravidade dos fatos, o que deixa Sydney farta, tão farta que ela decide que precisa de mudanças.

E foi assim que Sydney se viu começando do zero em uma escola nova e fazendo novos amigos. Foi com esses amigos que ela não era a única com problemas e que talvez os problemas dos outros fossem até piores que os seus... Com a barulhenta família Catham, dona de uma pizzaria perto da nova escola, ela aprendeu como era se sentir notada, com Layla nutria uma amizade verdadeira e sem amarras, com Mac, Sydney passou a nutria algo mais que apenas amizade...

Agora por falar em 'ser notada', temos que conversar sobre os pais da Sydney... Caramba! A mãe dela é quem veste as calças naquela família, e isso não é um elogio. A mãe sempre parece estar passando a mão na cabeça do filho, Peyton, sempre inventando desculpas para ele e suas ações, relegando Sydney à segundo (ou terceiro) plano, e para o pai, tudo faz quanto tudo fez...

Além disso, eles simplesmente não percebem, ou não querem ver, o perigo que trazem para dentro de casa ao acolher Ames, o melhor amigo de Peyton, em um momento de dificuldade. Logo quando esse personagem apareceu, eu soube exatamente qual seria o papel dele. Assisti muito 'Criminal Minds', então deu para perceber de longe.

Minha vontade era de bater as cabeças dos pais de Sydney contra a parede para ver se desemperrava o bom senso, a noção do perigo... Mas honestamente, Sydney também teve sua parcela de contribuição com a sua 'invisibilidade' perante os pais. Ela poderia ter reivindicado uma maior atenção, ou pelo menos tentado ter uma abertura maior com os pais, enfim, minha opinião. Achei a situação dela tão revoltante...

Mas a atenção dos pais só se voltam para ela, quando Sydney começa a se comportar como uma adolescente de verdade. Não arruaceira nem nada, mas é quando ela tenta tomar as rédeas de sua vida, é que os pais vêm que ela não é mais uma criança. E então o que ela mais queria, mas que passou a mais temer, aconteceu. Seus pais finalmente tiraram aquele filtro de invisibilidade, só que com isso e sem o irmão em cena, sua mãe tinha um novo projeto: ela.

Passei uma boa parte do livro me perguntando o motivo de terem escolhido traduzir o título para "Os Bons Segredos", mas não demorei muito para ter minha pergunta respondida. O carrossel escondido, a amizade com aquele grupo de adolescentes tão diferentes, a descoberta de que você pode realmente ser notado, fazem o que Sydney vinha procurando desde o começo: geram mudanças.

A autora focou muito mais na trama do que nos personagens em si, então algumas pessoas (vulgo eu) podem achar que a autora divaga bastante. E justamente por esse divagar, achei que tudo demorou para acontecer e quando aconteceu, foi tudo rápido demais; quem acompanha o blog sabe que não curto muito quando os autores deixam tudo para o último capítulo... Mas fora isso, não há do que reclamar. A escrita de Sarah Dessen é ótima, não é a toa que ela teve mais de 7 milhões de exemplares vendidos no mundo, a trama é bem escrita assim como os personagens são bem elaborados.
Vocês pode encontrar o livro para comprar nos seguintes sites: Amazon, Americanas, Casas Bahia, Cultura, Extra, Fnac, Ponto Frio, Saraiva, Submarino.

Outros links: Skoob e Goodreads

Espero que tenham gostado.

Beijos,
Mari.

0 recadinhos :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...