Ka Hancock - Dançando Sobre Cacos de Vidro

Olá!

Nossa, esses últimos livros foram feitos para uma baita ressaca literária. Especialmente este aqui.

Em 'Dançando Sobre Cacos de Vidro' temos Lucy e Mickey, um casal disfuncional e na linha de frente de combate. Ela, do câncer e ele, da bipolaridade. Esse casal tem tudo para dar errado, mas no decorrer do livro, você vê que na verdade eles foram feitos um para o outro.

Meninas, preparem os lenços, porque chorei o rio Amazonas. Acho que esse livro pode se equiparar aos livros 'Como Eu Era Antes de Você' da Jojo Moyes, e o lindo 'A Culpa é das Estrelas' do John Green.

'Dançando Sobre Cacos de Vidro' é um livro lindo, que fala sobre como o amor entre duas pessoas, mesmo tão diferentes, pode ajudar a superar os piores obstáculos.
"Lucy Houston e Mickey Chandler não deveriam se apaixonar. Os dois sofrem de doenças genéticas: Lucy tem um histórico familiar de câncer de mama muito agressivo e Mickey, um grave transtorno bipolar. No entanto, quando seus caminhos se cruzam, é impossível negar a atração entre eles.

Contrariando toda a lógica que indicava que sua história não teria futuro, eles se casam e firmam – por escrito – um compromisso para fazer o relacionamento dar certo. Mickey promete tomar os remédios. Lucy promete não culpá-lo pelas coisas que ele não pode controlar. Mickey será sempre honesto. Lucy será paciente.

Como em qualquer relação, eles têm dias bons e dias ruins – alguns terríveis. Depois que Lucy quase perde uma batalha contra o câncer, eles criam mais uma regra: nunca terão filhos, para não passar adiante sua herança genética.

Porém, em seu 11° aniversário de casamento, durante uma consulta de rotina, Lucy é surpreendida com uma notícia extraordinária, quase um milagre, que vai mudar tudo o que ela e Mickey haviam planejado. De uma hora para outra todas as regras são jogadas pela janela e eles terão que redescobrir o verdadeiro significado do amor."

O que eu mais gostei deste livro, é que ele é fácil de se localizar, se você leu, provavelmente vai concordar comgio. Para quem ainda não, é o seguinte: capítulo sim, capítulo não, a história volta ao passado, mais precisamente para a época em que Lucy e Mickey se conheceram.

Outra coisa legal, é que o livro não fica só acompanhando o que se passa com Lucy. Geralmente no começo de cada capítulo, temos uma participação do lado de Mickey, apesar de serem trechos pequenos, são fundamentais para entendermos algumas coisas.

A interação dos personagens também é excepcional! Não tem do que se reclamar. Inclusive da família de Lucy. E as situações são tão ricamente descritas, que parece que você está lá junto com eles. 

Lucy e Mickey têm um contrato de casamento pregado na parede do quarto, (sim, achei essa cena meio à lá Grey's Anatomy), e nele estão dispostos tudo o que eles têm que fazer para o casamento dar certo: Mickey tomará seus remédios, Lucy irá sempre nas consultas médicas religiosamente, Micky avisará quando estiver começando a 'entrar numa onda' de bipolaridade, Lucy não deixará o desespero tomar conta, não brigarão... E principalmente não terão filhos, cláusula adicionada depois de um episódio traumático para os dois, quando Lucy quase perdeu a batalha contra o câncer.

Por isso, quando Lucy descobre que está grávida, depois de mais de 10 anos de casamento, é um grande choque não só para ela, como para Mickey também. Eles já tinham concordado em não ter filhos, mas parece que terão que rever essa questão. 

A reação das irmãs de Lucy ante a notícia também é interessante. Uma é casada, engravidou o bebê, mas perdeu ainda na gestação, e não aceita muito bem o fato de que a irmã, a única em que o câncer se desenvolveu, está grávida, mas com o tempo, aprende a aceitar. E a outra irmã, é tão disfuncional quanto Lucy e Mickey, e só se envolve em relacionamentos fadados à darem errado.

E podemos ver que a palavra 'câncer' deixa de ser a mais preocupante para o nosso casal.

Bom, não vou me alongar muito, porque acabaria revelando muito do livro. Mas posso dizer que não me arrependi nem um pouco de ler. Óbvio, chorei litros, mas a maneira como a autora escreve, ajudou a suavizar o tema.
Vocês podem encontrar o livro para comprar nos seguintes links: Submarino, Saraiva, Cultura e Fnac.

Outros links: Skoob e Goodreads

Beijos,
Mari.
Capa americana

2 recadinhos :

  1. Eu gosto de livros com grande carga emocional, espero que seja comparado a "ACED" só pelo fato emocional, porque eu não gostei da escrita de John Green, mas opinião minha, gostei desse pela sua resenha, para um bom livro, um bom livro que me prenderia fácil, pretendo ler em breve, estou seguindo seu blog para poder voltar sempre, porque adorei sua resenha!

    Me visita também!

    Estandy Books - A Estante Da Andy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Andy! Que bom que você gostou. Antes eu tinha ficado com um pé atrás, porque tinha lido uma sequência de livros desse gênero, mas realmente gostei desse!

      Estou seguindo seu blog também, adorei os seus posts! :)

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...