Sylvia Day - Renegade Angels 01 - Um Toque de Vermelho

Oi pessoal!

Saudades da titia Sylvia? Pois é, agora os/as fãs vão poder aliviar a saudade da autora com a nova série que está sendo lançada no Brasil pela Companhia das Letras sob o selo da Editora Paralela.

Nesse primeiro livro temos a história de Adrian Mitchell e Lindsay Gibson. Ele; um Sentinela imortal. Ela; uma "mortal" com um sexto sentido afiado.

Gente, por se tratar de um livro à lá ficção fantástica, tem muitos termos que o pessoal que não lê esse gênero de livro não está acostumado. Mas sem estresse! Logo na quarta página vocês encontrarão um glossário bem explicativo. Como eu vivo lendo esses tipos de livros não tive problemas com os termos, mas quem não lê, vai se situar bem facinho.
"Andrian Mitchell não é um homem qualquer. Além de ser o mais sensual, elegante e charmoso dos seres, também é o grande líder de uma unidade de elite de operações especiais dos serafins.
No entanto, enquanto controla duramente vampiros e licanos e mantém todo o universo em ordem, Adrian se depara com a sua maior tentação: depois de quase duzentos anos, a alma de Shadoe, a mulher que ama, mais uma vez está habitando um novo corpo.
Ao encontrar Adrian por acaso em um aeroporto, sem nenhuma lembrança do seu passado como Shadoe, Lindsay Gibson sabe apenas que se sente enlouquecidamente atraída por este homem maravilhoso que cruza seu caminho.
Levada para um mundo perigoso, dividida entre uma complicada paixão e um conflito sobrenatural, Lindsay se vê entre seu amor por um anjo, seu pai vampiro e um revoltado licano. Neste jogo, Lindsay pode estar colocando em risco muito mais do que seu amor e sua própria vida..."

Pois bem, eu, como leitora fanática por ficção fantástica (leia-se aqui: tudo o que engloba vampiros, licanos, anjos, etc...), me entusiasmei quando vi que iam trazer mais uma série da Sylvia Day para o Brasil. Por incrível que pareça, eu não tinha lido essa série anteriormente, como quase sempre faço, no idioma original, ou seja, em inglês. Então imaginem como fiquei quando finalmente coloquei as mãos nesse livro.

Um aviso para quem ainda não leu; esqueçam da Eva e do Gideon. Essa série não é nem um pouco parecida com Crossfire. Renegade Angels foi uma brincadeira da Sylvia que deu muito certo. E para quem é fã de Lara Adrian (Midnight Breed), Lora Leigh (Castas e Elite Ops) e Shayla Black (Wicked Lovers); o livro foi lido e aprovado pelas autoras, tanto que elas receberam uma parte mais do que especial nos agradecimentos.

Mas apesar disso e do livro ser bom, na minha compreensão, a Sylvia Day ainda tem que melhorar, e muito, no quesito ficção fantástica. Acho que a J.R. Ward com a sua série Irmandade da Adaga Negra me estragou para os outros livros do gênero. Assim como a Sylvia Day acabou com as minhas perspectivas que encontrar um namorado na vida real que seja um CEO à lá Gideon Cross!!!! #TôFerrada!

E ainda bem que não posso dizer o mesmo dos personagens! Adrian é totalmente envolvente, impossível não ficar olhando para a parede e tentar imaginas como ele seria em um universo paralelo, onde tudo isso seria real. E a senhorita Lindsay Gibson também não fica atrás. Desde o começo ela sabe o que quer e deixa isso bem claro para Adrian. E como toda 'mocinha', algumas atitudes dela me deram nos nervos.

A trama é bem típica: amor impossível, reencarnações, a alma da amada de Adrian no corpo de Lindsay, a queda dos anjos; a impossibilidade da relação dos Sentinelas com mortais e etc. Achei interessante como ela descreveu a relação entre anjos, vampiros e licanos, eu mesma não tinha imaginado a maneira como ela colocou.

Só achei o final meio embolado. Tudo aconteceu muito rápido. Várias coisas que ela colocou no final, eu teria posto no meio do livro e desenvolveria mais e deixava bem mais amarrado com a trama.

Mas como em toda série, Sylvia Day já deixou no ar de quem será o próximo livro ao simplesmente "sumir" com um personagem. Ou seja, se preparem, porque o próximo livro será do Elijah.
Para quem quiser um gostinho do próximo livro, intitulado em inglês como 'A Hunger so Wild', que em português ficaria algo como 'Fome Selvagem', mas aqui no Brasil ainda não tem previsão para o lançamento e nem o nome do próximo livro. 

Abaixo vocês encontram as capas 'gringas' do 2o livro da série. Eu gostei mais da segunda capa, e vocês. E tomando por base a capa do 'Um Toque de Vermelho' no Brasil, imagino que vão usar algo semelhante com a do Reino Unido.

Capa nos Estados Unidos
Capa no Reino Unido



Durante a semana vou deixar um presentinho para vocês do próximo livro da série. Fiquem de olho!

Beijos, 
Mari.

0 recadinhos :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...