Julia Quinn - Os Bridgertons 02 - O Visconde Que Me Amava


Olá pessoas!

Voltei! E comigo também veio o segundo livro da série da família Bridgerton!

Neste livro temos a história de Anthony Bridgerton e Katherine Sheffield. Devo dizer que me surpreendeu bastante a relação desses dois.

Anthony é bastante focado na ideia da imagem do pai como modelo de homem, e que nunca poderá superá-lo, principalmente na idade.

Kate já está resignada a ficar solteira, já que todos os olhos da temporada estão virados para sua irmã, Edwina, inclusive os de um certo visconde.

E como não poderia deixar de ser, Julia Quinn continuou me encantando com a sua magistral escrita e a delicadeza bem característicos dos romances da autora.

 
"A temporada de bailes e festas de 1814 acaba de começar em Londres. Como de costume, as mães ambiciosas já estão ávidas por encontrar um marido adequado para suas filhas. Ao que tudo indica, o solteiro mais cobiçado do ano será Anthony Bridgerton, um visconde charmoso, elegante e muito rico que, contrariando as probabilidades, resolve dar um basta na rotina de libertino e arranjar uma noiva.
Logo ele decide que Edwina Sheffield, a debutante mais linda da estação, é a candidata ideal. Mas, para levá-la ao altar, primeiro terá que convencer Kate, a irmã mais velha da jovem, de que merece se casar com ela.

Não será uma tarefa fácil, porque Kate não acredita que ex-libertinos possam se transformar em bons maridos e não deixará Edwina cair nas garras dele.

Enquanto faz de tudo para afastá-lo da irmã, Kate descobre que o visconde devasso é também um homem honesto e gentil. Ao mesmo tempo, Anthony começa a sonhar com ela, apesar de achá-la a criatura mais intrometida e irritante que já pisou nos salões de Londres. Aos poucos, os dois percebem que essa centelha de desejo pode ser mais do que uma simples atração."

Com este livro, temos a volta da família abecedário. Mas desta vez com uma perspectiva diferente. Temos a história de Anthony Bridgerton, o herdeiro da família, que decide que é hora de se 'acalmar' na vida, e o primeiro passo, é encontrar uma esposa. Mas se engana quem pensa que ele vai ir de senhorita em senhorita. Anthony é um homem prático, por isso vai direto ao ponto: se casará com o diamante da temporada.

Do outro lado, temos Katherine Sheffield, uma senhorita que já se resignou à ficar solteira, pois a maioria dos homens que se aproximavam dela, era para na verdade, se aproximar de sua irmã, Edwina. E isso começou a acontecer com mais frequência, principalmente depois que sua irmã disse em um evento, que só se casaria com o consentimento da irmã mais velha.

E como já era de se esperar, Anthony decide-se por Edwina, mas para isso, assim como os outros cavalheiros da temporada, tenta se aproximar de Kate. Só que o que ele não sabe, mas percebe logo, é que a irmã mais velha se mostra irredutível em deixá-lo cortejar a caçula.

Finalmente ficamos sabendo sob quais circunstâncias o patriarca da família Bridgerton faleceu, e as fobias de Anthony. Que por coincidência, é a mesma fobia que eu tenho: abelhas. Anthony sempre teve o pai como modelo de homem, sempre acreditou que nunca poderia superar o pai em todos os aspectos da vida, inclusive na idade.

Por isso, quando ele finalmente decide se casar, ele fica com aquele 'mimimi' de que seu casamento não será por amor, blá blá blá. Mas quando começa a passar mais tempo com Kate, a fim de amolecê-la, ele começa a perceber o surgimento de sentimentos conflitantes em relação a Srta. Sheffield.

Assim como a irmã, no primeiro livro (O Duque e Eu), Anthony é encontrado em uma situação para lá de comprometedora com Kate. Para vocês terem uma noção: ela está no jardim da casa de campo da família Bridgerton durante uma festa e ele sai para conversar com ela, nesse meio tempo surge uma abelha e a pica na clavícula. Ele fica desesperado, já imaginando Kate tendo o mesmo fim que o pai, e decide que tem que tirar o veneno da picada da abelha. Bom, o resto vocês já podem imaginar.

Um visconde libertino vencido por uma abelha...

Além dessa cena, também ri bastante com o cachorrinho corgi de Kate, Newton. O bichinho, que estava 'um pouquinho acima do peso' e que era 'amoroso demais', aparecia em horas bem providenciais, e suas estripulias ajudaram a deixar o livro bem leve.


Como já disse no outro post, os romances de época da Julia Quinn são incríveis, todos deliciosos, delicados e leves. São ótimos para quem quer dar uma pausa nos hot's!

Abaixo está a sequência dos livros da série. A Editora Arqueiro lançou, até o momento, apenas até o 2o, mas já divulgaram o nome e a capa do 3o. A partir do 4o livro, os nomes são provisórios. Ah, do lado vou colocar o nome dos irmãos.

        * Livro 1 - O Duque e Eu (Daphne Bridgerton & Simon Basset)
        * Livro 2 - O Visconde Que Me Amava (Anthony Bridgerton & Kate Sheffield)
        * Livro 3 - Um Perfeito Cavalheiro (Benedict Bridgerton)
        * Livro 4 - Os Segredos de Mr. Bridgerton (Colin Bridgerton)
        * Livro 5 - Para Sir Phillip Com Amor (Eloise Bridgerton)
        * Livro 6 - O Conde Enfeitiçado (Francesca Bridgerton)
        * Livro 7 - Um Beijo Inesquecível (Hyacinth Bridgerton)
        * Livro 8 -  A Caminho do Altar (Gregory Bridgerton)

Beijos,
Mari.

0 recadinhos :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...