Lisa Kleypas - Os Hathaways 01 - Desejos à Meia-Noite

Oi gente!

Para dar uma mudada na leitura e nos reviews, hoje trouxe algo diferente: um romance de época. 

Em 'Desejo à Meia-Noite' de Lisa Kleypas, somos apresentados aos cinco irmãos Hathaway; Leo, Amelia, Win, Poppy e Beatrix. Além deles, não devemos esquecer do fiel Merripen, um cigano que entrou para a família a muitos anos atrás, quando ainda era pequeno e foi salvo da morte pelos curiosos Hathaways e desde então zela por eles.

O primeiro livro nos conta a história de Amelia Hataway e sua preocupação pela família. Com a morte dos pais, Amelia é a que toma as decisões pela família, já que Leo, o mais velho, que acabou de se tornar lorde Ramsey, bebe mais que o impossível; Win que desde que caiu doente por conta da escarlatina é tão frágil quanto uma asa de borboleta e Poppy e Beatrix que já estão em época de se apresentar em Londres e conseguir um bom marido, mas que nem dote têm.

Como medida desesperada, Amelia leva a família para viver em Hampshire na propriedade herdada com o título de Leo. Mas Ramsey House está mais que inabitável. Além disso, Amelia também tem que lidar com o belo Cam Rohan, que parece estar em todos os lugares.
"Após sofrer uma decepção amorosa, Amelia Hathaway perdeu as esperanças de se casar. Desde a morte dos pais, ela se dedica exclusivamente a cuidar dos quatro irmãos – uma tarefa nada fácil, sobretudo porque Leo, o mais velho, anda desperdiçando dinheiro com mulheres, jogos e bebida. Certa noite, quando sai em busca de Leo pelos redutos boêmios de Londres, Amelia conhece Cam Rohan. Meio cigano, meio irlandês, Rohan é um homem difícil de se definir e, embora tenha ficado muito rico, nunca se acostumou com a vida na sociedade londrina.
Apesar de não conseguirem esconder a imediata atração que sentem, Rohan e Amelia ficam aliviados com a perspectiva de nunca mais se encontrarem. Mas parece que o destino já traçou outros planos.
Quando se muda com a família para a propriedade recém-herdada em Hampshire, Amelia acredita que esse pode ser o início de uma vida melhor para os Hathaways. Mas não faz ideia de quantas dificuldades estão a sua espera. E a maior delas é o reencontro com o sedutor Rohan, que parece determinado a ajudá-la a resolver seus problemas. Agora a independente Amelia se verá dividida entre o orgulho e seus sentimentos.
Será que Rohan, um cigano que preza sua liberdade acima de tudo, estará disposto a abrir mão de suas raízes e se curvar à maior instituição de todos os tempos: o casamento?"

Antes de mais nada, devo dizer que a mocinha Amelia me deu nos nervos. Primeiro por ela sempre procurar desculpas que possam justificar as ações de Leo, sempre passando a mão na cabeça do irmão bêbado, muito condescente. Além disso, outra coisa que me irritou profundamente foi a forma como ela tratava a Win. Como sequela da escarlatina, Win ficou com os pulmões fracos, mas não uma total inválida!

Confesso que adoro romances com ciganos. Depois dos CEO's, vampiros e cowboys, sheik's e ciganos entram na disputa acirrada. E esse livro não deixa à desejar quanto ao assunto. Tanto porque dentro da família temos um cigano, Merripen, e também porque o nosso mocinho do livro, Cam Rohan, é um cigano com 'toque de Midas' ou como ele fala, 'maldição da boa sorte'. E isso vem bem à calhar, já que a família Hathaway não tem mais do que má sorte.

E falando em má sorte... Como se já não bastasse a morte dos pais, a escarlatina que acometeu Leo e Win, a bebedeira desenfreada do mais velho, parece que o título de Lorde de Ramsey é amaldiçado, já que os anteriores lordes detentores do título tiveram vida curta, marcada por finais trágicos. Mas Amelia se esforça em não deixar isso acontecer com seu irmão. E a cereja do bolo: a propriedade de Ramsey está arruinada. Má sorte é pouco...

Cam Rohan, nosso mocinho-cigano, tenta fugir à todo custo do que está começando a sentir por Amelia. Mas quando um ex-prometido de Amelia volta para a vida dele, querendo uma nova chance, Rohan percebe o que realmente quer, e não vai deixar Amelia escapar tão facilmente.

É uma leitura fácil, assim como a escrita da autora, sem muita enrolação e que vai direto ao ponto. Amelia pode ter seus defeitos, como ser condescente demais com o irmão, ou ser superprotetora com Win, mas não podemos dizer que ela não tem força de vontade, pelo menos no que diz respeito à Cam Rohan. E ele, tem todas as características para nos deixar caidinhas por ele.

Ainda bem que já tenho o 2o livro, porque realmente fiquei curiosa sobre a relação entre Merripen e Cam!

Beijos,
Mari.

0 recadinhos :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...